Regras para transporte de cargas no Brasil - JCL Cabos de Aço

Regras para transporte de cargas no Brasil

As regras para transporte de cargas no Brasil foram modificadas no ano de 2017 (para veículos novos) e em 2018 (para os veículos em circulação).

A principal medida foi a substituição das cordas por cabos de aço, cintas têxteis ou correntes.

A exigência é de que esses materiais tenham uma resistência de, no mínimo, o dobro do peso da carga.

Além disso, ficou proibido o uso de dispositivos de amarração ligados às partes de madeira da carroceria.

Isso tudo para garantir a segurança e evitar o deslocamento de cargas, sem contar os prejuízos ao motorista e a todos que transitam pelas estradas.

Essa e outras medidas estão na Resolução 552, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que entrou em vigor em janeiro de 2017.

Nos anos posteriores, foram alterados e acrescentados alguns pontos da resolução, detalhando melhor as exigências e as multas para quem descumprir a legislação.


Para saber mais:
Resolução Contran 552/2015  – Fixa os requisitos mínimos de segurança para amarração das cargas transportadas em veículos de carga.
Resolução Contran 558/2016 – Altera a Resolução CONTRAN nº 552, de 17 de setembro de 2015, que fixa os requisitos mínimos de segurança para amarração das cargas transportadas em veículos de carga. 
Resolução Contran 631/2016 – Altera a Resolução CONTRAN nº 552, de 17 de setembro de 2015, que fixa os requisitos mínimos de segurança para amarração das cargas transportadas em veículos de carga.
Resolução 676/2017 – Altera a Resolução CONTRAN no 552, de 17 de setembro de 2015, que fixa os requisitos mínimos de segurança para amarração das cargas transportadas em veículos de carga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *